O amor, o despertar da consciência

ConscinciaNo famoso livro "educação dos sentimentos"  Jason de Camargo, esclarece:
O desenvolvimento espiritual do ser humano passa por várias fases. Os instintos vão aparecendo no psiquismo para que possa haver a perpetuação e a sobrevivência das espécies. Com o tempo desabrocham outros elementos psíquicos, as emoções e demais componentes dessa complexa estrutura que ainda é pesquisada em nossos dias.
Os instintos, assim, vão sofrendo a influência desses outros fatores quese desenvolvem no tempo, intelectualizando-o gradativamente.
Esse sopro evolutivo da alma a impulsiona sempre para o progresso, para a conquista de valores. É um caminhar sem fim em busca da perfeição.
Assim que a consciência vem despertando gradativamente através de um processo de assimilação de experiências, com os respectivos registros no psiquismo. Esses mecanismos psíquicos o tornam cada vez mais aperfeiçoado, com mais elementos intrínsecos, que se inter-relacionam, produzindo um caldo de cultura cada vez mais sofisticado. É a consciência que traz em seu bojo todo o potencial passível de ser desenvolvido, de ser aprimorado. É como a bolota de carvalho, pequenina, mas contendo em sua estrutura todas as condições para que se constitua numa árvore frondosa e gigantesca. É a consciência inicial, que recebe, aos poucos, os elementos vivificadores da razão e do sentimento, como se fossem a seiva nutriente capaz de transformá-la no carvalho de operações cada vez mais complexas. Significa dizer que já se encontra no ser humano todo o potencial indispensável ao seu aperfeiçoamento.
São forças instintivas que iniciam um processo de sensibilidade, de afetividade humana. O espírito se modifica e adquire elementos mais nobres sob o impulso de uma energia motriz de elevada transcendência: o amor em expansão.
Assim o amor-instinto dos selvagens vai se aprimorando sob o comando da razão nascente, e nessa conjugação razão afetividade o sentimento de amor vai se estruturando e arrancando o homem da animalidade, para elevá-lo à condição humana dos serntimentos mais burilados.
Fonte: Departamento Doutrinário da Liga Espírita Pelotense.

Publicado na coluna da Liga Espírita Pelotense no dia 31 de Março de 2013 – JORNAL DIÁRIO POPULAR.


Acessos: 1066
0
0
0
s2sdefault
powered by social2s
INSTITUCIONAL DOUTRINA ESPÍRITA NOTÍCIAS DEPARTAMENTOS CASAS

presidentes
histórico
galeria de fotos antigas
fundar uma casa espírita

artigos
downloads
estudos

jornal
aconteceu
rádio e tv

assuntos da família
assist. e prom. social espírita
comunicação social
doutrinário
infância e Juventude
livraria

AME Pelotas
todas as casas
galeria de fotos
horários

  TERCEIRO MILÊNIO      
  no rádio
na tv
no youtube
no facebook
 

 
© Todos os direitos reservados a Liga Espírita Pelotense
Rua Andrade Neves, 981 CEP 96020-080 Pelotas RS Tel (53) 3278-2660