A Prece

preceNa questão 658 do Livro dos Espíritos, Allan Kardec pergunta se a prece é agradável a Deus, e os espíritos superiores esclarecem que sempre que a prece for feita do coração será agradável a Deus, porque Deus reconhece a intenção de quem faz.
A prece lida é feita mais com os lábios do que com o pensamento.
A prece é um ato de adoração e veículo de ligação com Deus.
Através da prece podemos propor três coisas: Louvar, Pedir e Agradecer.
O essencial não é orar muito, mas orar bem. Para compreender o que ocorre no momento da prece, precisamos entender que estamos mergulhados no fluido universal, que ocupa o espaço, todos os seres, encarnados e desencarnados, da mesma forma que nós estamos neste mundo dentro da atmosfera terrestre. O pensamento é um impulso que geramos pela nossa vontade, que após a geração viaja, utilizando-se do fluido cósmico universal como veículo, da mesma forma como o ar é o veiculo do som. A diferença é que as vibrações do ar são limitadas e a vibração do fluido cósmico universal se estende ao infinito. Quando dirigimos o pensamento a um ser qualquer, na terra ou no espaço, uma corrente fluídica será estabelecida entre um e outro. Já ouvimos dizer que o pensamento é força, que cria formas, e isso nos dá a responsabilidade sobre qual o tipo de ligação vamos estabelecer. Se emitirmos pensamentos bons, nos ligaremos com as esferas superiores; por outro lado, se emitirmos pensamentos ruins, de vingança e ódio, atrairemos seres afins. Quase todos nós oramos, mas quantos de nós sabemos orar? E tendo dito Jesus: “Vinde vós aqui, à parte, a um lugar deserto, e repousai um pouco”. (Marcos 6:31) Este “lugar à parte” que Jesus disse é o nosso íntimo, nosso coração sequioso de luz divina. Orar é se ligar a Deus, nosso Criador.
Não é necessário usar um vasto vocabulário, cheio de palavras bonitas e difíceis. Deus compreende a simplicidade de um sentimento puro ou pensamento emitido em forma de súplica ou agradecimento. Para orar não precisamos nos colocar em evidência, não é a multiplicidade de palavras que fará com que sejamos atendidos, mas sim a simplicidade, a honestidade e a sinceridade.
Fonte: Departamento Doutrinário da Liga Espírita Pelotense.
Publicado na coluna da Liga Espírita Pelotense no dia 12 de Fevereiro de 2012 – JORNAL DIÁRIO POPULAR.

Acessos: 1118
0
0
0
s2sdefault
powered by social2s
INSTITUCIONAL DOUTRINA ESPÍRITA NOTÍCIAS DEPARTAMENTOS CASAS

presidentes
histórico
galeria de fotos antigas
fundar uma casa espírita

artigos
downloads
estudos

jornal
aconteceu
rádio e tv

assuntos da família
assist. e prom. social espírita
comunicação social
doutrinário
infância e Juventude
livraria

AME Pelotas
todas as casas
galeria de fotos
horários

  TERCEIRO MILÊNIO      
  no rádio
na tv
no youtube
no facebook
 

 

 
© Todos os direitos reservados a Liga Espírita Pelotense
Rua Andrade Neves, 981 CEP 96020-080 Pelotas RS Tel (53) 3278-2660