“Evangelho - Caminho Para a Felicidade” reuniu Raul Teixeira, Jorge Godinho e Sérgio Lopes

55Com a presença de Raul Teixeira, presidente da Federação Espírita Brasileira abordou “Evangelho – caminho para a felicidade”
O amor em ação através das vivências
O Evangelho à luz da doutrina espírita, precisa e deve ser testemunho. A prática do bem é vivenciar o Evangelho, coerente com as leis divinas, inscritas na nossa consciência. Através da obra de Jesus, podemos desenvolver a tolerância, suportando, apoiando, exercitando a boa vontade, para o mundo de paz entre os homens. Mas o acaso não existe, tampouco as coincidências, e a cada um confere conforme suas obras. Diante das vicissitudes e provas, podemos escolher, com força moral e resignação. As oportunidades surgem para a regeneração, e os ensinamentos de Jesus contribuem com nosso entendimento. Porém, não se consegue sair direto do conhecimento para o testemunho, sem o sentimento. E a vivência é a oportunidade de desejar ao próximo o que queremos para nós. As virtudes santificantes estão dentro de nós.  Algumas das observações proporcionadas por Jorge Godinho, que preside a Federação Espírita Brasileira (FEB) e, na sexta à noite, dia 26 de abril de 2019, palestrou no Theatro Guarany. O evento contou com Raul Teixeira, Sergio Lopes, e foi promoção da Liga Espírita Pelotense (LEP), com apoio da Federação Espírita do RS (FERGS). Como mestre de cerimônia, Edenir Madeira (Área de Comunicação Social/ACOM da LEP). Na abertura, ao microfone, ele citou Chico Xavier: “Deus nos concede, a cada dia, uma página de vida nova no livro do tempo. Aquilo que colocamos nela, corre por nossa conta”. E, além de coordenar as falas, também disse que os alimentos arrecadados seriam destinados à Sociedade Espírita Lar Assistencial Dona Conceição. O evento teve transmissão ao vivo através da web rádio Fraternidade de Minas Gerais.

PRESENÇAS – À mesa, além dos convidados, Fernanda Farias (presidente da Liga Espírita Pelotense), Léa Duarte (vice-presidente da Área de Relações Institucionais da Federação Espírita do Rio Grande do Sul/FERGS), Alexandre Colvara (presidente do Conselho Regional Espírita da 5ª Região/CRE5). O vídeo com a íntegra do evento está postado no site: www.lep.org.br
 
REDE SOCIAL – O palestrante Godinho, que encerrou a carreira na Aeronáutica como Brigadeiro-do-Ar, e tem divulgado o espiritismo em países como EUA, Áustria, Itália, Holanda e Suíça, na primeira parte da explanação, apresentou algumas das questões que integram o “Livro dos Espíritos”. Ele destrinchou as questões 614, 621 e 625, que respectivamente abordam sobre a lei divina e natural – lei de Deus, indicando o que devemos fazer ou deixar de fazer sendo que a infelicidade é quando dela nos afastamos -, a consciência como instância na qual está escrita a lei de Deus, e Jesus, o modelo de exemplo e perfeição. A partir daí, num segundo momento, com habilidade, o palestrante enfocou diferentes passagens sobre Jesus, desde a infância até o reaparecimento aos trinta anos. Ele refletiu acerca do exemplo de Jesus em situações como o significado do batismo, à época um ritual de arrependimento público, passando pela fidelidade dos apóstolos, a estatura moral diante da samaritana – povo inimigo dos judeus. Godinho enfatizou a prática e vivência, como sentimento imprescindível do Evangelho. E exemplificou com o calvário, as quedas de Jesus até a crucificação, como força moral para não desistir diante das injustiças e desafios. Comparando os quase mil anos de Idade Média, e toda sorte de violências em nome do cristianismo, com o tempo atual, frisou que “os protagonistas daquela história, somos nós hoje. Erramos tanto, mas a consciência diz, não quero errar mais. Então nos é oferecido o trabalho para regenerar. E a maior rede social da Terra foi criada pelo espiritismo. Por que não seguimos a rede social do espiritismo, obedecendo as leis divinas? O espiritismo é uma nova prática e filosofia, ressaltando a vida de relações entre espíritos, do encarnado para o desencarnado, amando-se mutuamente”.
 
DIÁLOGO ENTRE CORAÇÕES
A apresentação do médium Raul Teixeira, ficou a cargo do psiquiatra Sérgio Lopes (Associação Médico-Espírita/AME Pelotas). Lopes mencionou as inúmeras vindas de Raul a Pelotas, que o agraciou com o título de Cidadão Pelotense em 1994. “Um dos maiores oradores espíritas de todos os tempos, esteve em Pelotas várias vezes, promovendo a consolação. Um incansável divulgador da doutrina, com sua intuição contribuindo para o movimento espírita, que alterou posicionamentos em decorrência das reflexões de José Raul Teixeira”, afirmou.
 
REMANSO Fraterno foi abordado na explanação de Lopes. Trata-se de trabalho solidário e educativo, realizado por Raul há mais de trinta anos em Niterói. Conforme Lopes, uma expressão “viva de sua obra profunda”. Afinal, o orador não se limitou a falar mas também colocou os princípios em prática. “No seu legado, falar, pensar e agir”, disse Lopes.
 
INTEGRAL – No Guarany houve a exibição de vídeo institucional, que apresenta o projeto Remanso Fraterno. No documentário, depoimentos e informações como o atendimento a crianças, de dois a dez anos, numa proposta pedagógica de escola integral. Alguns dos alunos, expulsos de outras instituições, receberam acolhida no Remanso Fraterno. No local, têm acesso ao esporte, música, poesia, artes visuais e realizam passeios. Os livros didáticos são de qualidade, os alunos recebem refeições, sob a orientação de nutricionista, e há cuidados médicos preventivos. O objetivo é o desenvolvimento pleno da criança, mas a família também é contagiada e participa. Como resultado, lista de espera com duzentas crianças aguardando vaga. O projeto já recebeu premiações, e uma perspectiva é oferecer as séries finais do ensino fundamental. O vídeo pode ser acessado no Youtube, buscando por Remanso Fraterno Niterói RJ.
 
DESAFIO – Em 2011, quando estava embarcado para voo do Rio de Janeiro a Nova York, Raul Teixeira teve um grave Acidente Vascular Cerebral (AVC). Lopes mencionou que, para o orador, a vida disse: “Essa tarefa já está cumprida, após período de trabalho intenso”. E durante cinco anos, dedicando-se à recuperação através de cuidados como a fisioterapia, foi se afastando das aparições públicas. Eventualmente recebia homenagens, e participava como convidado de honra. Em 2016, no entanto, Raul escolheu Pelotas para reencontrar o público. E no evento “Raul e nós, um diálogo entre corações”, superou-se e conseguiu falar por 25 minutos. Em 2017 houve nova edição, e neste ano ele retornou à cidade.
 
A gratidão de Raul Teixeira
No encerramento do evento da Liga Espírita Pelotense (LEP), Raul dirigiu-se ao público. Pausadamente ele agradeceu e disse que estava com o “coração feliz”. Ele também ressaltou o evangelho e a doutrina espirita, como “caminhos para Jesus”.
 
ORAÇÃO – O médium expressou: “Paizinho celeste/ muito obrigado pela vida/ muito obrigado paizinho pela nossa família/ pelos nossos amigos/ pela doutrina espírita/ o dom que nos deste/ Jesus e Kardec/ nós/ só resta agradecer a ti, paizinho celeste/ ampara essa cidade, Pelotas/ ampara nosso sul/ ampara o Brasil/ Pai nos dê a compreensão/ para que nós, todos, estudando o espiritismo/ todos nós, possamos caminhar na tua lida/ paizinho muito obrigado/ Jesus muito obrigado/ Kardec muito obrigado/ assim seja, assim seja. 

Fonte: Por Carlos Cogoy – Professor, Jornalista e Editor de Cultura do Jornal Diário da Manhã.
Fotos: Equipe ACOM
Publicado no Jornal Diário da Manhã – Pelotas/RS, em 30 de Abril de 2019. 
 

 

0
0
0
s2sdefault
powered by social2s
INSTITUCIONAL DOUTRINA ESPÍRITA NOTÍCIAS DEPARTAMENTOS CASAS

presidentes
histórico
galeria de fotos antigas
fundar uma casa espírita

artigos
downloads
estudos

jornal
aconteceu
rádio e tv

assuntos da família
assist. e prom. social espírita
comunicação social
doutrinário
infância e Juventude
livraria

AME Pelotas
todas as casas
galeria de fotos
horários

  TERCEIRO MILÊNIO      
  no rádio
na tv
no youtube
no facebook
 

 
© Todos os direitos reservados a Liga Espírita Pelotense
Rua Andrade Neves, 981 CEP 96020-080 Pelotas RS Tel (53) 3278-2660