Centro Espírita Francisco Lobo da Costa

 

Rua Gen. Telles, 458
CENTRO
Pelotas - RS

fotoCasa

HORÁRIOS

Segunda-feira 20h
Terça-feira 15h
Quarta-feira 20h
Sexta-feira 20h

Fundado em 27 de abril de 1949

Pesquisa realizada através do Livro:  História do Espiritismo em Pelotas de Lauro Henderle

 

Esta instituição espírita iniciou suas atividades em casa particular,  como costumeiramente acontecia naquela época, primeiramente, na Rua Gonçalves Chaves, 266, num grupo familiar, onde residia o casal de confrades José Martins e Maria Fausta Martins.

Por volta do ano de 1949, o grupo já estava maior, porém as reuniões eram realizadas na Rua Barroso, 257 residência do casal de irmãos Waldemar e Percília da Costa Martins, tendo este grupo recebido à visita da Liga Espírita Pelotense, através de João da Rocha Bender, Lauro Enderle e outros  membros da diretoria, incentivando o grupo para a fundação do Centro Espírita.

Em 27 de abril de 1949, numa quarta-feira, era fundado o Centro Espírita Francisco Lobo da Costa, que, de imediato, ao registrar seus estatutos, consta como filiado a Liga Espírita Pelotense, e posteriormente viria a se filiar à Federação Espírita do Rio Grande do Sul.

Sua primeira diretoria ficou composta pelos seguintes fundadores: Waldemar da Costa Martins, presidente; Dirceu Pereira das Neves, vice-presidente; Jorge Berteaux secretário; Nélson Pereira, tesoureiro e Hugo Rosa, bibliotecário, forram ainda fundadores Naídhis das Neves, Percília Martins, Maria Fausta Martins, José M. Martins, José M. Rocha, Nadir Rocha e Didier Rosa. Foi alugada  uma casa na rua D. Pedro 718, a fim de atender o público, ali ficaram cerca de quatro anos, até adquirirem a sede própria.

Com muitas dificuldades e força de vontade, conseguiram uma antiga oficina desativada, na Rua General Telles, 458,  um prédio que necessitava de uma reforma geral, pois contava apenas com as quatro paredes, era o ano de 1953, realizaram algumas reformas, com todos  os fundadores trabalhando, e ali se instalaram.

Com o passar do tempo, o prédio passou por muitas reformas, inclusive foi adquirido um terreno nos fundos da sede,  medindo dez metros de frente por oito de fundos, o que proporcionou um maior espaço físico para os seus inúmeros freqüentadores, a sede foi ampliada, ficando modernamente instalada, com secretaria, biblioteca, sala de passes em separado e outras dependências.

É seu Patrono Espiritual Francisco Lobo da Costa, que lhe empresta o nome, o maior poeta pelotense de todos os tempos, nascido em 12 de julho de 1853, e desencarnado, em 18 de junho de 1888, quase ao completar 35 anos.

As atividades da instituição são realizadas à tarde e à noite, durante a semana. A instituição foi presidida durante nove anos pelo destacado confrade Gládio Prestes Moraes, que levou avante as reformas necessárias da casa, dando um grande impulso de ordem espiritual e material, outros tantos ali deram sua contribuição nas diversas atividades:  Hugo Rosa e esposa Didier Rosa, Nadir Rocha, Percília Martins, Leontino Xavier, Remo Valente de Almeida, Nélson Granada, Ataliba Pinto Ferreira e Margarida Antiqueira entre outros. Dois humildes companheiros que ali exerceram suas atividades: Miguel dos Santos, que foi tudo na casa: zelador, porteiro e limpeza sem nunca reclamar, sempre pontual no seu setor de trabalho e Nery Barbosa, sempre ajudando na conservação da sede, chegando a residir no prédio aos fundos, a fim de melhor vigiar o importante patrimônio. Presidiu a instituição no ano de 1984 Leontino Xavier. No Dia de Natal, o Departamento de Assistência Social da casa faz uma grande distribuição de alimentos de primeira necessidade para inúmeras pessoas.

Essa distribuição já é tradicional, já que é feita há cerca de 30 anos. É realizada ali durante a semana a prece das 18 horas, com vibrações espirituais para os necessitados em geral. Um confrade que não pode ficar esquecido neste histórico é o saudoso  Francisco Otávio Donatto, muito dedicado ao trabalho tomou parte ativa na compra da sede, angariando recursos para o empreendimento e promovendo várias festividades, foi um homem de valor para a entidade em seu começo fazendo parte da diretoria por muitos anos. Também devemos destacar o casal Hugo Rosa e Didier Rosa, fundadores da casa,  trabalhando na entidade com devotamento e humildade,  dois confrades muito considerados no Espiritismo, pela dedicação ao trabalho e conduta exemplar. 

Presidiram a Casa:

  • Waldemar da Costa Martins
  • Leontino Xavier
  • Gládio Prestes Moraes
  • Sandra Mascarenhas
  • Celina de Pinho Gamio
  • Nelson Moraes Granada
  • Sonia Langie Araújo

 

 


 
INSTITUCIONAL DOUTRINA ESPÍRITA NOTÍCIAS DEPARTAMENTOS CASAS

presidentes
histórico
galeria de fotos antigas
fundar uma casa espírita

artigos
downloads
estudos

jornal
aconteceu
rádio e tv

assuntos da família
assist. e prom. social espírita
comunicação social
doutrinário
infância e Juventude
livraria

AME Pelotas
todas as casas
galeria de fotos
horários

  TERCEIRO MILÊNIO      
  no rádio
na tv
no youtube
no facebook
 

 

 
© Todos os direitos reservados a Liga Espírita Pelotense
Rua Andrade Neves, 981 CEP 96020-080 Pelotas RS Tel (53) 3278-2660